top of page

O evento começa em:

Formação oferecida pela TI CAPACITAR para quem deseja se tornar um SCRUM MASTER.

DIA 1

O MINDSET ÁGIL

  1. O que é um projeto

  2. O quão ágil você é?

  3. O modelo cascata X ágil

  4. Processo empírico X preditivo

  5. Cynefin Framework

  6. O que é MVP?

  7. O Manifesto ágil

  8. Valores ágeis

  9. Os princípios ágeis

  10. A Declaração de Interdependência

  11. De onde surgiu o Scrum

  12. Os Pilares do Scrum

  13. Os Valores do Scrum

  14. Ciclo Scrum

  15. Planejamento em camadas (Planning Onion)

  16. Framework ou Metodologia?

PAPÉIS E RESPONSABILIDADES

  1. O Time Scrum

  2. O Product Owner ou Dono do Produto

  3. O Time de Desenvolvimento

  4. Tamanho do Time de Desenvolvimento

  5. O Scrum Master

  6. E onde fica o Gerente de Projetos? 

  7. Porcos e Galinhas? 

EVENTOS

  1. Time Boxing

  2. Sala de Guerra (Workspace) e a Comunicação por Osmose

  3. Sprint

  4. Cancelamento da Sprint

  5. Reunião de Planejamento da Sprint

  6. Reunião Diária - Daily

  7. Revisão da Sprint

  8. Retrospectiva da Sprint

  9. Refinamento do Backlog

  10. Discovery

ARTEFATOS DO SCRUM

  1. Visão do produto

  2. Backlog do Produto RoadMapRelease  

  3. Backlog da Sprint

  4. Incremento

  5. Estória de usuário

  6. Transparência do Artefato

  7. Definição de “Pronto” ou "Done"

  8. Quadro de Tarefas (Taskboard)

  9. Gráfico Burndown

DIA 2

EXECUTANDO UM PROJETO ÁGIL?

INICIAÇÃO

  1. Visão do Produto

  2. SQUAD

  3. Discovery

  4. Épicos e Temas

  5. Backlog do Produto

  6. O que é DEEP

  7. Tipos de Item do Backlog do Produto

  8. Definição de "Preparado" ou "Ready"

  9. Ferramentas de Priorização

  10. - Moscow

  11. - Story Mapping

  12. - Ordenação RELATIVA

  13. Roadmap do Produto

  14. Plano de Releases

  15. Vamos criar um Backlog?

 

PLANEJAMENTO

  1. Spikes

  2. Estórias de usuário

  3. INVEST

  4. Mais sobre Definição de pronto, Critério de Aceitação e Preparado

  5. Requisitos Funcionais e não funcionais (técnicos e qualitativos)

  6. Data Driver

  7. Feature Driver

  8. O que são Pontos de História e Pontos de Função

  9. Reunião de Planejamento da Sprint

  10. Definindo a Meta – Sprint Planning 1

  11. SMART

  12. Definindo as tarefas

  13. Criando o Backlog da Sprint – Sprint Planning 2

  14. Ferramentas de estimativa

  15. - T-Shirt

  16. - Planning Poker 1

  17. - Planning Poker 2

  18. Como medir a velocidade e capacidade do time

O evento começa em:

DIA 3

 

CONTROLE & MONITORAMENTO

  • Gráfico de Burndown

  • Gráfico de Velocidade

  • Burndown do Produto

  • Gráfico de BurnUp

  • Cumulative Flow Diagram

  • Gráfico de Velocidade

EXECUÇÃO

  1. Sprints

  2. Criando o incremento

  3. Quadro de Tarefas ou ScrumBoard ou Scrum Taskboard

  4. Reuniões Diárias Scrum / Daily Scrum / Stand Up

  5. Como atualizamos o andamento do projeto

  6. Débito (dívida) técnica

  7. Técnicas para controle das dívidas técnicas

  8. Refinamento do Backlog do Produto

  9. Revisão da Sprint

 

DIA 4

ENCERRAMENTO

  1. Retrospectiva da Sprint

  2. Speed Boat

  3. Confort Zone

  4. Hot air balloon

  5. Caminho dos sentimentos

 

ESCALANDO SCRUM

  1. Escalando o Scrum

  2. Frameworks de Escalação do Scrum

  3. Scrum de Scrums

  4. Escalando o Time

  5. Times orientados a componentes

  6. Times orientados a funcionalidade

  7. Escalando o Dono do Produto

  8. Escalando o Scrum Master

  9. Alinhando a definição de Pronto no Scrum escalado.

 

MAIS MÉTODOS ÁGEIS

  1. XP - eXtreme Programming

  2. Crystal

  3. MSDM

  4. TDD

  5. FDD

  6. Lean

  7. KanBan

 

FERRAMENTAS ÁGEIS

  1. Trello

  2. IceScrum

  3. Scrumhalf

  4. PangoScrum

  5. Taiga

  6. Mingle

  7. MeisterTask

  8. Asana

  9. Wrike

  10. YouTrack

  11. JIRA

  12. MSProject

 

SCRUM e PMBOK: Conflitantes ou Complementares?

  • WhatsApp3
  • faceponta3
  • IG2
  • twt3
  • In3
  • Pinterest
thiago.jpg

A ITPW – Scrum Master é um inciativa autônoma e social  da TI CAPACITAR. Você pode, se quiser, ajudar nossa iniciativa realizando uma doação.

Assim nos ajuda a continuar desenvolvendo nosso trabalho que está alinhado com missão, visão e valores.

Além disso, parte da arrecadação será revertida em doações à Instituições referências que contribuam com causas alinhadas também  com nossa missão, visão e valores.

Durante a formação nossos aluno poderão selecionar a instuição.

Sempre prezando pela transparência. Para ficar por dentro de nossas ações não deixe de nos seguir em nossas redes sociais.

bottom of page